sábado, 15 de agosto de 2009

Das leituras da monografia...

Estava eu lendo "Cidade de Deus, Cidade de Satanás" do Robert Linthicum, que é um dos livros chave para a minha monografia e me deparei com um trecho que explicava a a palavra shalom... dizia o seguinte:

"Shalom é uma palavra abrangente que não facilmente traduzível, porque a nossa palavra paz é inadequada. A idéia nela contida (shalom)engloba os múltiplos relacionamentosda vida diária; simboliza a condição ideal de vida para Israel sob a Lei. Shalom é um estado de totalidade e inteireza, possuído por uma pessoa ou por um grupo, que inclui boa saúde, porsperidade, segurança, justiça e profundo contentamento espiritual.
Em primeiro lugar é para o indivíduo. Ela traz consigo saúde e uma vida boa (Sl 38.3; Gn 15.15). Para um israelita desejar a uma pessoa "shalom", era desejar para essa pessoa a proteção de Deus na batalha, ou se estivesse doente, a restauração de sua saúde por Deus (Dn 10.19; Jz 6.23). Shalom era sinônimo, para uma pessoa, de uma vida boa, porque envolvia sono repousante, longa vida, prosperidade e uma morte tranquila no final de sua vida (Gn 15.1; Lm 3.17; Sl 37.11, Jó 5.19-26; Lv 26.6).
Shalom é também para a comunidade. Paz é a condição normal e próspera que Deus deseja para todo o povo em seu relacionamento uns com os outros. Deve ser desfrutada de forma mais intensa na família (Gn 13.8) (...) Existe uma relação íntima entre a paz de uma nação e a paz do individuo; desta forma Jeremias declara que a pessoa deve trabalhar para o bem da cidade porque "shalom" pessoal depende da experiência de "shalom" vivida pela cidade, por meio do esforço dos indivíduos e dos esforços da comunidade de fé.
A perspectiva mais importante sobre o conteúdo judaico de shalom é o relacionamento de paz com Deus. Não há shalom fora de Deus(...) A paz verdadeira existe onde o povo está agindo de modo amoroso e justo uns para com os outros, e isto somente pode ocorrer quando o povo está vivendo juntamente em concerto com Deus (Ez 34.25-30; 37.26; Is 54.10). é a benção de Deus que vindo a nós (no nosso caso, por meio de Jesus Cristo - nota da Binca) torna íntegro o nosso relacionamento. Neste sentido, a paz bíblica está diretamente relacionada com a salvação e com o relacionamento adequado com Deus (...) Somente a salvação que Deus nos oferece e a transformação que Ele em nós opera é que nos podem dar inteireza, satisfação ou segurança."


Bom... acho que nem preciso dizer muita coisa né?! Não tem como escapar dessa máxima: paz perfeita e completa somente por intermédio de um encontro pessoal com Jesus Cristo. Tudo fora disso: é correr atrás do vento!

Pois bem, como vocês podem ver, hoje já estou bem mais animada com as ocupações desse último semestre. Um pouquinho de cada vez e tudo vai se resolvendo...


(O cantinho onde eu estava lendo hoje... não é à toa que o tema "shalom" me tocou tanto)

Abraaasss

2 comentários:

bruna disse...

Pois bem, talvez eu tenha ficado um pouco surpresa com toda a definição de shalom ...
Quando eu era mais nova (muito velha que eu sou né . rsrsrs)meu pai me escrevia cartas, já que não nos encontravamos mais que duas vezes por ano, e nessas cartas não há nenhuma que no final não esteja escrito "shalom !!!" ... e quando eu re-lia as cartas sempre me vinha n cabeça a palavra abraço ... e hoje vejo um significado bem mais agradavel ao meu coração....

Obrigada Bincaa ... ah e só para avisar já liii todo teu blog ta ! .. mas não esqnta com o tempo que não te sobra para postar .. pela "experiencia" da Jana tenho a compreenção que a Monografia é puxadinha .. Deus te ilumine Binca .. eu te amooo .. minha Flor ! BjO da Bruna Roxo !

Ana Paula disse...

Bjo querida..

Saudades..